Festa Nipo Brasileira de Salto é cancelada. Festa do Salto possivelmente será.

Pelo momento atual, tanto os diretores da ANIBRAS quanto os gestores culturais da cidade chegaram à conclusão que não seria possível a realização da festa em 2021.

Festa Nipo Brasileira de Salto é cancelada. Festa do Salto possivelmente será.

O secretário municipal da Cultura, Oséas Singh Jr., recebeu os diretores da ANIBRAS (Associação Nipo Brasileira de Salto) para um diálogo sobre a tradicional Festa Nipo Brasileira de Salto, que ocorreria em agosto pelo calendário cultural da cidade. A associação que promove a cultura japonesa na Estância Turística de Salto e região, produz a festa que já virou tradição e agora em 2021, seria uma comemoração aos 113 anos da Imigração Japonesa no Brasil com muita música, dança, oficinas, artesanato, comidas típicas, concurso de cosplay e outras atrações da cultura japonesa.

Na reunião acontecida em meados de maio deste ano, na Secretaria da Cultura, tanto os diretores da ANIBRAS quanto os gestores culturais da cidade chegaram à conclusão que também não seria possível a realização da festa neste ano, pois em decorrência da pandemia da Covid-19, realização de festas em locais abertos impede totalmente o controle de público, facilitando dessa forma a aglomeração de pessoas. E esse ponto foi fator relevante para o cancelamento da festa.


No entanto, o secretário Oséas Singh Jr. disse ao TERRATAVARES com exclusividade que a secretaria já está trabalhando junto à ANIBRAS para criar uma exposição permanente no Museu "Cidade de Salto", com marcos representativos da imigração japonesa em Salto, peças e depoimentos que remontam ao início do século passado. "O momento é oportuno, pois nosso Museu completará 30 anos em dezembro próximo e queremos aumentar a ressonância social que ele representa", completou Oséas.


Consultado pelo TERRATAVARES, o prefeito Laerte Sonsin Jr falou que "reverenciar a Imigração Japonesa em Salto é fundamental para se construir e transmitir a história de nossa cidade. Mais do que nunca precisamos preservar, manter vivo e valorizar esse imenso bem cultural feito pelo povo japonês. Por outro lado, neste momento é necessário também pensar na prevenção e na saúde da nossa população", explicou Laerte.


SOBRE O CANCELAMENTO DA FESTA DO SALTO


A tradicional Festa do Salto tem origem remota e confunde-se com a própria fundação da cidade. Ocorreu pela primeira vez quando da instalação e bênção da capela de Nossa Senhora do Monte Serrat, no longínquo ano de 1698. Em virtude disso uma série de atividades religiosas ocorre a cada ano nos dias de festa. A parte religiosa acontece na Igreja Matriz e desde meados do século XIX, a festa conta também com uma parte profana, caracterizada por quermesses, feira com barracas de comestíveis, parque de diversões, roupas e ainda outras dedicadas a promover sorteios e jogos que tradicionalmente ocorrem na Praça Archimedes Lammoglia.


Mais que tricentenária portanto a prática ininterrupta da Festa do Salto permaneceu viva até 2019. A pandemia da Covid-19 infelizmente interrompeu a realização dessa importante e tradicional manifestação cultural em 2020 e possivelmente agora em 2021. Sobre seu possível cancelamento, o secretário municipal da Cultura, Oséas Singh Jr falou: "Tudo nos leva a crer que também não será possível a realização da Festa do Salto neste ano, apesar do ritmo acelerado da vacinação. E, não havendo festa, a Secretaria da Cultura fará algo simbólico. Possivelmente uma exposição sobre sua história, que é uma das poucas coisas que podemos fazer neste momento de pandemia sem promover aglomeração".

É a pandemia da Covid-19 interferindo na cultura popular de nossa cidade.