Artrite reumatóide: o que é, sintomas, causas e tratamento

Uma doença autoimune, inflamatória, sistêmica e crônica, que provoca sintomas como dor e rigidez nas articulações, principalmente ao acordar, e que não tem cura.

Artrite reumatóide: o que é, sintomas, causas e tratamento

O tratamento da artrite reumatóide deve ser orientado pelo reumatologista ou ortopedista e inclui o uso de remédios, dieta anti-inflamatória e fisioterapia, por exemplo, para aliviar a dor e o inchaço nas articulações e melhorar a qualidade de vida.

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória crônica que causa inflamação nas articulações, principalmente das mãos, pés, pulsos e joelhos, mas também pode afetar qualquer outra articulação do corpo, levando ao surgimento de sintomas como dor intensa e inchaço ou deformidade na articulação ou dificuldade de movimentar a articulação afetada. Além do tratamento medicamentoso, é recomendada a realização de fisioterapia para ativar as articulações, fortalecer a musculatura e aliviar os sintomas.

É importante também alterar os hábitos alimentares, consumindo diariamente alimentos com propriedades anti-inflamatórias para aliviar os sintomas. O tratamento estabelecido para a artrite tem como objetivo aliviar os sintomas, evitar a progressão da doença e melhorar a qualidade vida.

POSSÍVEIS CAUSAS

A artrite reumatóide é uma doença autoimune em que o sistema imunológico reage contra as células do revestimento das articulações, atacando e destruindo estas células como se fossem estranhas ao organismo, o que leva ao aparecimento dos sintomas.

No entanto, ainda não se sabe exatamente porque isso acontece, mas alguns fatores parecem contribuir para seu desenvolvimento como sexo e idade, sendo mais comum em mulheres acima dos 40 anos, infecções por vírus ou bactérias, histórico de artrite reumatóide na família, obesidade e tabagismo, por exemplo.

COMO É FEITO O TRATAMENTO

O tratamento para artrite reumatoide deve ser orientado por um reumatologista e normalmente inclui o uso de remédios que podem ser usados nos momentos de crise e também fora da crise e incluem:

    • Anti-inflamatórios como ibuprofeno ou naproxeno
    • Corticoides como prednisona ou prednisolona;
    • Imunossupressores como metotrexato e sulfassalazina
    • Agentes biológicos como abatacepte, adalimumabe ou infliximabe.

Além disso, a fisioterapia é muito importante no tratamento para a artrite reumatoide e inclui o uso de aparelhos, bolsas quentes, exercícios, técnicas de mobilização articular e fortalecimentos dos músculos envolvidos, ajudando a prevenir deformidades e a melhorar a movimentação no dia a dia da pessoa.

O QUE PIORA A ARTRITE REUMATÓIDE?

Alguns fatores, como estresse, ansiedade, esforço físico excessivo, sono desregulado, fumar, excesso de peso ou infecções, podem piorar a artrite reumatóide, levando ao surgimento de crises e piora dos sintomas.

Além disso, não seguir o tratamento recomendado pelo médico, tomando os remédios nos horários certos, não praticar atividades físicas ou não realizar a fisioterapia indicados pelo médico, também podem piorar a artrite reumatóide.

Outra causa da piora da artrite reumatóide é não fazer o acompanhamento médico regularmente, para que seja avaliada a eficácia do tratamento no controle dos sintomas e o ajuste ou troca da medicação se necessário.

POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES

As principais complicações relacionadas com a artrite reumatoide são:

  • a) Osteoporose;
  • b) Deformidade das articulações;
  • c) Formação de caroço na articulação;
  • d) Dificuldade para movimentar a articulação;
  • e) Perda progressiva das funções da articulação;
  • f) Ruptura dos tendões e ligamentos;
  • g) Síndrome do túnel do carpo, se a artrite for no pulso;
  • h) Instabilidade da coluna, quando são afetadas as articulações da própria coluna, quadris, joelhos ou tornozelos;
  • i) Boca e olhos secos;
  • j) Infecções frequentes;
  • k) Problemas cardíacos, como pericardite;
  • l) Problemas pulmonares, como pleurisia ou fibrose pulmonar;
  • m) Inflamação nos vasos sanguíneos;
  • n) Linfoma.

Essas complicações podem surgir, principalmente, quando a artrite reumatóide não é tratada adequadamente, e por isso, sempre que existe suspeita de algum problema na articulação é muito importante procurar o reumatologista.