O QUE É SER UM BOM GESTOR, por Thiago Isola

Nesse momento de pandemia o qual vivemos agora no Brasil, temos que aprender a conviver fora da Zona de Conforto.

O QUE É SER UM BOM GESTOR, por Thiago Isola

Com as novas mudanças no mercado devido à pandemia e os reflexos no mundo corporativo, cada vez mais é exigido um desempenho acima da média e habilidades específicas para quem decide atuar na gestão de uma empresa. Uma atividade fundamental para o sucesso do planejamento e das execuções que impactam diretamente uma empresa. A capacidade de assumir o controle para si não é para qualquer um. É por isso que existem muitos chefes e tão poucos líderes. Estes últimos são referências para seus colaboradores e influenciam diretamente no comportamento da equipe.

Ronald Reagan, 40º presidente dos Estados Unidos, expressou essa ideia em uma brilhante frase: "O maior líder não é aquele que necessariamente realiza as coisas mais extraordinárias mas sim aquele que faz com que as pessoas superem os seus limites e realizem coisas extraordinárias".

Recentemente um vídeo foi publicado nas redes sociais por uma colaboradora do Grupo Athenas, no qual eu, Thiago Isola, e meu irmão Gabriel convocamos uma reunião interna do grupo, pois havia no ar da empresa uma certa aflição entre seus funcionários. O motivo dessa insatisfação era perda de um contrato de um de nossos clientes.

Calmamente, mostrei que a perda de um contrato era de certo modo ruim para a empresa, mas com um olhar mais abrangente, o melhor naquele momento seria parabenizar toda a minha equipe pelo comprometimento em atender todos os clientes Athenas de forma criteriosa, homogênea e igualitária. Salientei também, que apesar de nossas empresas atenderem mais de 3 mil clientes e todos eles serem de uma importância real para o grupo, o mais importante naquele momento era a "família Athenas" estar segura e todos trabalharem felizes. Não havia motivos para preocupação. Ganhos e perdas fazem parte da vida.

Ainda como exemplo, citei que numa tempestade um barco poderia ir à deriva se seus ocupantes remassem em direções diferentes. E fico feliz com a "família Athenas" mesmo estando no "olho do furacão" dessa pandemia, todos remam sincronizados numa só direção. E quando essa tempestade cessar, todos poderão contemplar a vitória juntos. Em diversos momentos minha emoção veio à tona, enquanto falava para meus funcionários como se um alerta fosse: "SOMOS REALMENTE UMA FAMILIA".

Ao finalizar minha simples explanação, entreguei a cada um de meus colaboradores um simples envelope. Dentro de cada um deles continha uma quantia em dinheiro (exatamente o valor que o cliente pagou da parcela mensal do contrato, dividido pelo número de colaboradores da Athenas). Ao invés de cobrar uma explicação de meus funcionários pela perda desse contrato, o melhor seria praticar gratidão pelo empenho e dividiu o valor igualmente entre todos. Tenho a nítida consciência que se houve algum tipo de falha, em algum momento qualquer, o melhor agora seria aprender com esse erro e corrigí-lo.

Meus funcionários emocionados aplaudiram e agradeceram a mim e ao meu irmão pelo tratamento dispensados à eles e não apenas como um número estatístico. Lembrei-me novamente: "SOMOS REALMENTE UMA FAMILIA".

A capacidade de auxiliar outros a vencerem seus obstáculos vai muito além de minha capacidade e formação, liderar um grupo domo o do Athenas é acima de tudo ser criativo e resiliente em tempos de crise. Por isso, minha motivação é umas das características mais exigidas para ser um bom gestor. Afinal, para que eu possa motivar outros, é fundamental que seja capaz de me automotivar primeiro. Caso contrário, nada trará os resultados esperados.

Nesse momento de pandemia o qual vivemos agora no Brasil, temos que aprender a conviver fora da Zona de Conforto. Mais ainda, temos que voltar parte da nossa preocupação para com nossas famílias, para nossos amigos e ainda se preocupar com nossa própria saúde. Confie, empodere e incentive o protagonismo. Finalmente quero destacar uma palavra crucial neste momento: o protagonismo. Pessoas que, antes, ficavam "fora dos holofotes", passaram a assumir mais responsabilidades, atuando de forma mais proativa e propositiva. Para isso, é essencial que minha confiança e minha autonomia sejam presentes. Certamente planos bem definidos e seus objetivos sempre serão transparentes. Por isso planejo meu trabalho e traço minhas metas baseadas na participação de todos de forma igualitária e justa, criando uma sensação de segurança extremamente construtiva no desenvolvimento pessoal e profissional de minha equipe.

Obrigado aos funcionários do Grupo Athenas.

___________________________________

THIAGO ISOLA é cidadão saltense; diretor do Grupo Athenas; presidente da Associação das Indústrias de Salto; coordenador do Comitê de Enfrentamento ao COVID-19 em Salto; presidente do Conselho Municipal de Saúde de Salto; Coordenador do Plano de Auxilio Mútuo de Salto; Conselheiro Consultivo do SENAI/SESI DEPAR.