Vereadores manifestam preocupação com Márcio Conrado na pasta da Saúde

Edis aproveitaram a ausência de Márcio Conrado para manifestar o que realmente pensam.

Vereadores manifestam preocupação com Márcio Conrado na pasta da Saúde

Dentro da história da Câmara Municipal é possível encontrar diversos personagens que marcaram aquele espaço. Recentemente, os três mosqueteiros foram durante anos a pedra no sapato da antiga gestão e agora, de um modo ou de outro, eles estão no comando da cidade. Cícero na Presidência do Legislativo. Edemilson Santos como vice-Prefeito. Márcio Conrado fazendo a gestão da saúde. Esses fatos, de algum modo, impactou em muito alguns vereadores. Foi o que se viu na sessão legislativa desta terça-feira, 8, na Câmara de Vereadores de Salto, através de duras falas dos seus componentes.

O vereador Kiel Damasceno foi o primeiro a disparar contra a nomeação do então vereador Márcio Conrado para a Secretaria de Saúde. "Ele é técnico em dinheiro e não em pessoas. Ele mentiu para a população quando não honrou os votos que ele teve. E falo mais. Havia outras opções, médicos da cidade. Gente que conhece este tipo de descaso na saúde. Mas o prefeito preferiu o Márcio Conrado. A troca foi esquisita. Não é o que a cidade precisava. A cidade precisa do Gideon Tavares na casa, mas não precisa do Márcio Conrado na Saúde. Sugiro que o Márcio vá para a pasta dos Negócios Jurídicos e arrumemos outro para a Saúde. O que eu penso hoje é isso", concluiu o vereador.

Utilizando de ironia em sua crítica e arrancando risos dos presentes, o vereador Macaia valeu-se das cobranças feitas pelo seu ex-colega de vereança. "Ele sempre questionou os secretários nesta casa de recursos. Está na sua mesa agora de quanto é esse valor e vamos trabalhar para resolver os problemas. Desejo que você faça um ótimo trabalho. O mais indicado é o Márcio. Ele sabe de todos os problemas, agora é só resolver. Se ele fizer isso, tenho certeza que a saúde vai chegar a quase 100% de melhoria".

O vereador Antônio Cordeiro, seguiu o mesmo caminho, e não perdeu a chance de cutucar o agora vice-prefeito Edemilson Santos, citando o que ele falava a respeito de cargos na prefeitura: "eu vou relembrar aqui o que o Edemilson dizia: na prefeitura, os secretários seriam todos técnicos e não teria nenhuma pasta política. Marcio Conrado pelo o que eu sei é político. Mas de verdade, eu espero que ele não fique somente fazendo política nessa pasta com fotos, olha que ele é bom nisso, mas que cuide, de fato, da rede básica, da estratégia da família e do hospital. Eu espero, mas não acredito. Marcio Conrado tinha todas as soluções para a saúde pública, vamos ver agora ele agir como secretário".

Daniel Bertani e Cícero Landim não saíram em defesa do ex-vereade Márcio, mas sim argumentaram que, de verdade, acreditam que ele possui requisitos,capacidade para assumir tal desafio e demonstraram satisfação com a indicação. "Em minha opinião ele preenche os quesitos para ser secretário. Ele tem a relação lá de tudo que brigamos juntos. Se ele fizer parte daquilo já me dou por satisfeito. Precisa ter dignidade e respeito a população", destacou Cícero Landim.