Polícia Federal realiza prisão na operação contra fraudes ao Sistema Financeiro Nacional, em Indaiatuba

Na manhã desta terça-feira, 11,, 15 mandados de prisão e 70 de busca e apreensão foram executados

Polícia Federal realiza prisão na operação contra fraudes ao Sistema Financeiro Nacional, em Indaiatuba

A Pol√≠cia Federal deflagrou na manh√£ desta ter√ßa-feira (11), a Opera√ß√£o Black Flag para apurar crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e lavagem de dinheiro, que chega a R$ 2,5 bilh√Ķes, em quatro estados brasileiro. Em Indaiatuba um dos destinos da opera√ß√£o, foram 15 mandados de pris√£o, além de 70 buscas e apreens√Ķes, ambos expedidos pela 1¬™ Vara de Campinas. Foram cumpridos mandados em Campinas, Sumaré, Valinhos e Indaiatuba e dez pessoas foram presas.

As fraudes foram descobertas a partir de a√ß√Ķes fiscais da Receita Federal, que detectou movimenta√ß√Ķes financeiras suspeitas, até que se chegou numa organiza√ß√£o criminosa, que sustentava um alto padr√£o de vida dos envolvidos, como ve√≠culos de luxo, imóveis. Só uma lancha apreendida tinha o valor de cerca de R$ 5 milh√Ķes de reais. De acordo com o Delegado de Pol√≠cia Federal, chefe da Delegacia Regional de Investiga√ß√£o e Combate ao Crime organizado, Marcelo Ivo de Carvalho, que a origem dos recursos da organiza√ß√£o envolveu fraudes p√ļblicas, entre as v√≠timas a empresa de fomento econômico Paulista, Desenvolve SP e a Caixa Econômica Federal.

O Delegado de Pol√≠cia Federal, Edson Geraldo de Souza, Chefe da delegacia em Campinas, explica que, além de lesar empresas p√ļblicas, a organiza√ß√£o criava empresa de fachada. Um dos presos é um contador de Campinas que criava pessoas jur√≠dicas, com sócios fantasmas, que emitiam notas para justificar os valores movimentados pela organiza√ß√£o criminosa. Além de cidades do estado de S√£o Paulo, foram cumpridos mandados no Cear√°, Rio de Janeiro e Distrito Federal. No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da Opera√ß√£o, numa a√ß√£o conjunta entre a Pol√≠cia Federal, Receita e Ministério P√ļblico Federal.

Foi determinado o afastamento de um Delegado de Pol√≠cia Federal do exerc√≠cio do cargo. Os envolvidos responder√£o, na medida de suas participa√ß√Ķes, pelos crimes de lavagem de dinheiro, crimes contra o sistema financeiro, crimes contra a ordem tribut√°ria, estelionato, falsidade ideológica e material e organiza√ß√£o criminosa.