Trem Republicado

Que merda é ser mulher

Ao sentir o frear do trem, levantei os olhos até então enterrados no livro e busquei através da janela o nome estampado na parede de azulejos brancos que me indicaria onde havíamos acabado de chegar.

Por Wellington Caposi em 21/02/2024 às 08:37:03
Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Ao sentir o frear do trem, levantei os olhos até então enterrados no livro e busquei através da janela o nome estampado na parede de azulejos brancos que me indicaria onde havíamos acabado de chegar. Ao encontrá-lo, me ajeitei no assento tornando a posição mais confortável. Restavam ainda seis paradas.

Leia mais (02/21/2024 - 08h00)
Comunicar erro
Fale conosco

Comentários

TT003