AB Colinas encontrou 85 objetos perdidos por usuários nas rodovias em 2023

Esses objetos foram achados ao longo das rodovias administradas pela empresa pelas equipes que inspecionam diariamente todo o trecho sob concessão.

Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Esses objetos foram achados ao longo das rodovias administradas pela empresa pelas equipes que inspecionam diariamente todo o trecho sob concessão. Durante os anos de 2022 e 2023, 31% desses objetos foram encontrados na rodovia SP-075, 28% na SP-300, 23% na SP-280 e 18% na SP-127.

Em todos os anos, os objetos mais achados são carteiras, documentos pessoais e smartphones. Porém, também é comum serem retirados das rodovias mochilas, molhos de chaves, malas e tri√Ęngulos de sinalização veicular.

Assim que um objeto é recolhido pelas equipes, o mesmo é registrado, catalogado e encaminhado para a Ouvidoria da empresa, local onde permanece por 60 dias à disposição dos usuários. Para que a pessoa saiba que o seu objeto foi encontrado, mensalmente a AB Colinas divulga a lista dos objetos que foram achados naquele mês e estão à disposição do proprietário.
A AB Colinas, concessionária do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, encontrou durante o ano de 2023 um total de 85 objetos perdidos pelos usuários que trafegaram pelas rodovias administradas pela concessionária. Esse número é 41,5% maior do que os 60 que foram encontrados
Para saber se o seu objeto está com a AB Colinas, o usuário deve fazer contato pelo 0800-703-7080 (opção 3). Durante a conversa, a equipe de atendimento vai realizar algumas perguntas sobre o objeto para poder confirmar se a pessoa que o está reivindicando é realmente a proprietária. Em caso positivo, o dono será orientado sobre o procedimento para retirar o objeto.

Os objetos em bom estado que não são retirados dentro de dois meses são doados para instituições de caridade. Os produtos que não estejam em bom estado são descartados.

Responsável pelo processo dos objetos achados e perdidos, a ouvidora da AB Colinas, Helizena Silva, explica que a maioria dos objetos são perdidos pelos usuários por desatenção ou por caírem dos veículos (principalmente os de carga), e que além dos produtos mais encontrados, ao longo dos anos alguns objetos curiosos foram recolhidos do trecho. "Os objetos mais comuns que encontramos são carteiras e celulares, que possivelmente são colocados pelos usuários sobre o teto do veículo durante eventuais paradas. Quando o usuário retoma a viagem esses objetos são esquecidos e lançados sobre a rodovia. Existem também casos de produtos de grande porte como caixa d'agua, geladeira, colchão, bicicleta que causam maior preocupação pelo risco que podem representar aos veículos que trafegam na rodovia. Por isso é importante que os usuários sejam cuidadosos e atentos aos objetos que levam consigo. Entretanto, se eventualmente ocorrer a perda de algo, podem entrar em contato conosco que iremos prontamente verificar se o objeto foi localizado para que possamos proceder com a devolução".

Com informações: Assessoria/Ab Colinas