Eduardo Kobra vai criar Centro Cultural em Itu

A Arte como instrumento de transformação social de adolescentes e jovens em estado de vulnerabilidade social.

Eduardo Kobra vai criar Centro Cultural em Itu

O famoso muralista Eduardo Kobra irá criar na Praça Dr. Gaspar Ricardo - antiga praça da Fepasa - seu centro cultural em Itu. A Prefeitura da Estância Turística de Itu já cedeu o local por 20 anos ao Instituto Kobra de Arte e Cultura, para implantação no local de um Centro de Produção Artística, Cultural, Turístico e Educacional.


Em entrevista, Kobra explicou que além de criar o Centro Cultural, irá trazer para Itu a sede do seu instituto: "Escolhi aqui com o intuito de trazer artistas de renome nacional e internacional, cursos, workshops, além de implantar uma galeria a céu aberto". O Instituto Kobra deverá promover ações, prioritariamente em comunidades periféricas, levando manifestações artísticas - não só das artes plásticas e do grafite, mas também da música, do teatro e da literatura - àqueles que costumam ter menos acesso a museus e centros culturais.


A sensibilidade do muralista vem do berço. Kobra nasceu em 1975, no Jardim Martinica, bairro pobre da zona sul paulistana. Ele acredita na Arte como instrumento de transformação social de adolescentes e jovens em estado de vulnerabilidade social. Da mesma maneira como a arte mudou sua vida, ele acredita que a cultura em geral pode ser uma ferramenta de transformação social para muitos jovens brasileiros. Além do próprio Eduardo Kobra, o Centro Cultural viabilizará a presença de outros muralistas e grafiteiros - brasileiros e estrangeiros - que, por meio de intercâmbios culturais, irão levar sua arte, seu conhecimento e suas histórias de vida a esses jovens de periferia. O espaço cedido fica bem ao lado do Trem Republicano isso certamente agregará valor cultural e qualidade turística aos dois espaços ituanos.


Para viabilizar esses projetos, o Instituto Kobra está aberto a parcerias com empresas e outras entidades que queiram promover ações culturais junto a adolescentes e jovens da periferia. Como não há recursos públicos no projeto, agora é a hora de dar início a busca por esses apoiadores.

"Ainda neste mês de janeiro, iremos realizar um jantar como vários empreendedores que acreditam nesse sonho. Dele começará a nascer o sonho de transformar Itu em referência mundial da Street Art. É bem complexo, pois a idéia é trazer artistas de todo o mundo para cá. Meu nome estará ali e quero deixar esse legado para a cidade", finalizou Kobra.