Na Educação, o Brasil tem muito o que aprender com o Brasil

Em fevereiro de 2022, oTodos Pela Educação deu uma notícia grave: durante a pandemia, cresceu em um milhão a quantidade de crianças de 6 e 7 anos que não foram alfabetizadas. No total, hoje são 2,4 milhões em 2021.

Na Educação, o Brasil tem muito o que aprender com o Brasil

A dureza desse indicador nos mostra o tamanho do desafio que precisa ser enfrentado, mas não dá conta de retratar as vidas impactadas pelas diversas tragédias trazidas pela pandemia: a diminuição de renda das famílias, a tragédia da fome e as vidas perdidas. Não podemos esquecer de dois pontos fundamentais: o primeiro deles, de todas as crianças e jovens que foram prejudicados e não tiveram acesso ao ensino durante esses dois últimos anos. É para eles que devemos voltar a nossa atenção nessa retomada.

Já o segundo, dos esforços de famílias, professores, diretores escolares e gestores públicos que agiram com coragem para enfrentar os efeitos graves da pandemia na educação brasileira, principalmente nas vidas das crianças e jovens pobres, os negros, das áreas rurais e quilombolas, que foram os mais afetados pelo caos instaurado no país. Sem eles, os efeitos das escolas fechadas teriam sido ainda mais brutais.

Arrefecida a pandemia e com o retorno das aulas presenciais, temos a clareza dos entraves e caminhos para olharmos para o futuro com a esperança de que é possível virar o jogo e garantir para cada brasileiro e brasileira uma educação de qualidade. E o que nos dá essa certeza é que isso já acontece em algumas localidades por aqui. O Brasil está cheio de casos de sucesso na educação básica pública. E não são iniciativas pequenas, de uma ou duas escolas que fogem à regra. São projetos robustos que provocam mudanças em toda a comunidade escolar, e se espalham gerando benefícios para cidades e estados.

O Todos Pela Educação viajou pelo país para contar as histórias de cinco cidades na série "Educação Que Dá Certo", disponível no AQUI. São quatro episódios que buscam valorizar as redes públicas de ensino e seus milhares de profissionais técnicos e pedagógicos que estão por trás de exemplos de políticas bem estruturadas. Isso porque uma das linhas de atuação do Todos está focada em espalhar experiências positivas para inspirar gestores públicos Brasil afora a implementar soluções mais efetivas. Além da série, são disponibilizados documentos técnicos que podem servir de base para orientar os gestores públicos.

E valorizar os casos de sucesso é ainda mais importante neste momento em que as escolas enfrentam os efeitos da pandemia da Covid-19, e também em um ano eleitoral, quando decidimos o que queremos para os próximos anos do país.

Conheça a educação que dá certo e espalhe essa ideia. Valorizando e apoiando a escola pública, investimos em um país melhor e com mais oportunidades para todos!