Lojas CEM, uma história de sucesso com 70 anos e quase 300 filiais

Como uma loja de bicicletas cresceu e hoje emprega mais de 11 mil funcionários diretos e ainda de 1 mil empregos indiretos.

Lojas CEM, uma história de sucesso com 70 anos e quase 300 filiais

Antes de abrir o negócio que se tornaria as Lojas CEM, Remígio Dalla Vecchia se mudou com a família para São Paulo, onde foi seminarista dos padres Capuchinhos, mas logo retornou para Salto, onde trabalhou como servente de pedreiro nas obras de construção da igreja matriz de Nossa Sra. Do Monte Serrat. Em 1936 foi admitido na Light Serviços de Eletricidade, trabalhando inicialmente na Usina das Lavras, passando em 1948 para a Usina do Porto Góes, onde ficou até 1964. Foi nesse meio tempo que "seu" Gino decidiu abrir, em 1952, um negócio de conserto e venda de bicicletas, peças e acessórios, ao lado da esposa, Nair Zanni Dalla Vecchia e de seu cunhado, Zalfieri Zanni. Nascia assim, em Salto, a Casa de Bicicletas Zanni e Dalla Vecchia, bem na esquina da rua José Galvão, ao lado da hoje praça da Bíblia, no centro velho de Salto.


Quatro anos depois, em 1956, com muito esforço e dedicação do casal, a loja de conserto e venda de bicicletas se tornou em um próspero comércio que também oferecia as últimas novidades em eletrodomésticos. A partir de 1959, com o trabalho e a determinação dos filhos e do genro, os rumos da empresa começaram a mudar. Foi assim que, em 1964, Remígio Dalla Vecchia decidiu deixar a Usina do Porto Góes, onde trabalhava até então. E como a quantidade de produtos oferecidos aumentou, o espaço da loja também precisava ser ampliado. Houve, então, a mudança do prédio original, que era alugado, para um local próprio, bem maior. A empresa também mudou o nome para R. Dalla Vecchia S/A.


Em 1968, "seu" Gino aposentou-se e a empresa passou a ser administrada por um conselho de diretores que incluía os filhos e o genro do fundador. Já em 1976, quando a empresa já tinha quatro lojas e pretendia expandir, começou a busca por um novo nome. Ele precisava ser curto, impessoal, fácil de pronunciar e de memorizar. Assim, por meio de um grande concurso que movimentou a região, surgiu a sigla CEM: Centro de Eletrodomésticos e Móveis.


O nome Lojas CEM ganhava visibilidade na mídia e popularidade. Rapidamente, a empresa tornou-se referência no mercado de varejo. A partir disso, a rede cresceu ainda mais com dezenas e dezenas de filiais construídas de forma sustentável, com recursos próprios e seguindo o modelo padrão estabelecido pela empresa. Lojas modernas e confortáveis, com mais de 1.400 m² de área de exposição de produtos, sempre foram o diferencial da rede.

Hoje as Lojas CEM oferecem mais de 4 mil itens em móveis, eletrodomésticos, celulares, informática e utilidades, disponíveis nas 296 filiais da rede. São 230 lojas no estado de São Paulo, 24 em Minas Gerais, 24 no Rio de Janeiro e 18 no Paraná. O progresso e prosperidade das Lojas CEM também beneficiam os municípios onde estão as lojas, uma vez que a rede varejista fortalece o comércio local, aumenta a arrecadação de impostos, gera mais empregos e permite novas opções de consumo para a população. Apenas o gerente e o assistente à gerência vêm de outras localidades, pois são profissionais de carreira da empresa.

Os demais colaboradores das lojas são contratados nas próprias cidades, e são preparados e treinados para oferecer o melhor atendimento. Atualmente, as Lojas CEM empregam mais de 11 mil funcionários diretos (com carteira assinada) e mais de 1 mil indiretos (microempresários, profissionais liberais e empregados de empresas terceirizadas). As Lojas CEM contam com cerca de 14 milhões de clientes cadastrados. A facilidade, rapidez e ausência de complicação do seu famoso "carnezinho" já permitiu a milhares de pessoas adquirir seus produtos. A rede é a única capaz de oferecer toda a linha de produtos com financiamento próprio. Seus clientes não pagam nenhuma taxa para abrir o crediário que, após análise, é aprovado na própria loja, e contam a melhor condição e a menor prestação do Brasil.


A rede ainda possui um dos maiores e mais tecnológicos centros de distribuição do país. São dois depósitos com cerca de 116 mil m² cada, o que equivale a mais de 90 campos de futebol com medidas oficiais. As Lojas CEM também contam com entrega veloz e a montagem dos móveis é uma cortesia. A empresa já foi eleita quatro vezes pelo jornal "Valor Econômico" como a "Melhor Empresa de Varejo do Brasil" (2005, 2012, 2013 e 2021).