Advogada faz uso de Tribuna Livre da Câmara e vereadores ficam incomodados

Graziela Costa falou a respeito de problemas enfrentados atualmente na cidade de Salto

Dra. Graziela Costa - Reprodução

Dra. Graziela Costa - Reprodução

A advogada Graziela Costa, representando o Instituto Maat, entidade social de Salto fez uso da Tribuna Livre durante sess√£o desta ter√ßa-feira, 24, e tratou de diversos assuntos em pauta na cidade como contratos emergenciais do hospital, reforma administrativa e disputa judicial da ocupa√ß√£o do Jardim Mar√≠lia versus Rumo Log√≠stica. Em sua fala de 10 minutos, Dra. Graziela provocou os vereadores pedindo que eles fa√ßam algo pelas situa√ß√Ķes expostas e que n√£o desistam das lutas. O vereador Antônio Cordeiro logo rebateu afirmando que dentro do que é poss√≠vel fazer como legislativo, tem sido realizado. " A senhora como advogada sabe que quem tem a caneta é o prefeito, ele quem tem de fazer. Quando aponta os vereadores, fico preocupado, pois est√° generalizando", afirmou Cordeiro.

Kiel Damasceno, demonstrando preocupa√ß√£o do uso do espa√ßo da C√Ęmara Municipal para fins eleitoreiros - Graziela é pré-candidata à Deputada Estadual - questionou se ela estava como advogada dos moradores do Mar√≠lia, como cidad√£ ou como pré-candidata. Em resposta aos vereadores, a advogada afirmou que sabe que o papel do vereador é fiscalizar. Em resposta ao vereador Kiel, afirmou que estava como representante do povo e com rela√ß√£o ao uso para fins eleitorais, sugeriu que a consci√™ncia do vereador respondesse.

Nos bastidores da casa, a fala da advogada n√£o foi bem recebida, inclusive com vereadores afirmando que ir√£o sugerir que seja ampliado o per√≠odo de uso da tribuna livre por um pré ou ainda candidato a algum cargo p√ļblico dos atuais tr√™s meses para seis meses.